Cistos

Cisto é um nódulo benigno que pode surgir em qualquer parte do corpo, sendo mais comum nas regiões com maior acúmulo de glândulas sebáceas (face e tronco). Existem vários tipos de cistos, porém o mais frequente é o epidérmico. São desencadeados por uma alteração estrutural na composição folicular. Também podem ter origem traumática, quando as células que estão na epiderme (camada mais superficial) invaginam (entram) para dentro da derme, gerando a formação do cisto.

Clinicamente caracteriza-se por um nódulo visível e palpável, de consistência amolecida e elástica, da cor da pele, que pode ter um orifício com saída de material branco (queratina). Se ocorrer infecção do cisto, este pode se tornar doloroso, avermelhado, quente e inchado, com saída de secreção purulenta.  

O cisto é formado por uma cápsula que produz e retém secreção sebácea e queratina. Quando o paciente realiza extração e expressão, pode ocorrer saída dessa secreção. Por tanto o cisto se esvazia e depois se enche novamente. Para resolver essa situação e eliminar o cisto de vez, é necessária a remoção cirúrgica.

No procedimento cirúrgico, sob anestesia local, é feita um incisão e remoção da lesão, gerando uma cicatriz no local. Costuma ser um procedimento simples, a depender do tamanho e da localização do cisto.  O ideal é que o cisto não esteja infeccionado no dia do procedimento.

Concluindo, não é todo cisto que precisa de remoção, depende da sua localização e das características de como ele se comporta.

Rua Estevan Peres Bomediano nº 45, Jardim Paulista

Presidente Prudente - SP

  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza

(18) 3222-0289

 3222-0911

Whatsapp 99810-7625

©  2018 - Dra. Ana Caroline Barreto Antunes 

Este site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina