Liquen plano

O liquen plano é uma doença inflamatória que pode acometer a pele, as mucosas, o couro cabeludo e as unhas. É uma doença benigna, não contagiosa, porém de evolução crônica e que pode causar desconforto para o paciente. Em geral, afeta adultos jovens, sem predileção de sexo, sendo pouco frequente em crianças.

A causa exata ainda é desconhecida, mas acredita-se que tenha influência imunológica, infecciosa e até psicogênica.

Alguns fatores de risco para o desenvolvimento da doença são: infecção pelo vírus da hepatite C, exposição a metais pesados (como ouro e mércurio) e pacientes com quadro de ansiedade e depressão.

As lesões de pele geralmente apresentam coloração vermelho-arroxeada, tem aparência brilhante e escamosa, podendo ser cobertas por finas listras brancas (chamadas de estrias de Wickham). Em geral, se distribuem de maneira simétrica nos membros, e podem causar bastante coceira. Quando as lesões regridem, é comum deixarem manchas escuras residuais no local.

Quando presentes nas mucosas, as lesões são esbranquiçadas. Nas unhas, podem surgir estrias longitudinais, diminuição da espessura e destruição progressiva das unhas, podendo chegar a perda irreversível das mesmas.

No liquen plano pilar, ocorre atrofia do folículo piloso, levando a formação de cicatrizes e áreas com ausência de pelos (alopecia), que são irreversíveis.

O objetivo do tratamento é controlar o processo inflamatório e varia de acordo com a extensão do quadro. Podem ser usadas medicações locais ou por via oral. Em alguns casos, pode ser uma doença de difícil controle, que demanda acompanhamento a longo prazo com o dermatologista.