Micoses cutâneas

As micoses são doenças causadas por fungos que podem acometer a pele, as unhas e os cabelos. São muito comuns no nosso país devido ao clima tropical, onde as condições de calor e umidade favorecem o desenvolvimento de fungos. As micoses cutâneas mais comuns são:

 

1. Pitiríase Versicolor: também conhecida como pano branco, é muito comum entre jovens, principalmente no verão, causada pelo fungo Malassezia. Caracteriza-se pelo surgimento de manchas que podem ser brancas, avermelhadas ou escuras (daí o nome versicolor), que descamam e, em geral, ocorrem no tronco, pescoço e braços. É mais comum em indivíduos de pele oleosa e pode ter curso crônico com recidivas.

 

2. Tinhas:  doenças causadas por fungos que se alimentam da queratina da pele, do cabelo ou da unha. Manifesta-se como manchas avermelhadas descamativas, que crescem de dentro para fora, com bordas bem delimitadas, acompanhado de coceira, na maior parte das vezes. Podem ocorrer nas mãos (tinea manus), nos pés (tinea pedis ou pé de atleta), na região inguinal (tinea cruris) ou no corpo (tinea corporis).

3. Candidíase: é uma micose, em geral oportunista, que ocorrem em situações que favorecem seu desenvolvimento como baixa imunidade, uso prolongado de antibióticos, diabetes e situações de umidade e calor local. Pode se manifestar de diversas formas: na mucosa, com placas brancas em recém nascidos (“sapinho”); lesões fissuradas nos cantos da boca (queilite angular), mais frequente no idoso; manchas vermelhas com fissuras nas dobras da pele (abaixo das mamas, axilas, região inguinal); ou ainda com manchas vermelhas e secreção esbranquiçada na região genital feminina (vaginite) ou masculina (balanite).

4. Onicomicoses (micoses das unhas): principal doença das unhas. Pode ocorrer nas unhas das mãos e/ou dos pés, sendo mais frequente após os 55 anos. Geralmente ocorre o descolamento da unha do leito e esta se torna mais espessa, amarelada e escura.

 

Existem várias opções de tratamento para as micoses, desde tratamento locais com loções ou cremes, até tratamento orais. O diagnóstico ocorre é imprescindível para a solução do quadro, uma vez que o quadro clínico das micoses pode mimetizar outras doenças.

Algumas medidas podem ser tomadas como prevenção dos quadros de micose:

  •  secar-se bem após o banho, principalmente as dobras e os pés

  •  evitar contato prolongado com água

  •  evitar andar descalço em locais úmidos (piscinas, saunas)

  •  não ficar com roupas molhadas por tempo prolongado

  •  usar material próprio ao ir na manicure

  •  não usar sapatos fechados por longos períodos e revezar os sapatos a cada dia

  •  evitar roupas muito quentes e justas, feitas de material sintético, que prejudicam a transpiração.

Rua Estevan Peres Bomediano nº 45, Jardim Paulista

Presidente Prudente - SP

  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza

(18) 3222-0289

 3222-0911

Whatsapp 99810-7625

©  2018 - Dra. Ana Caroline Barreto Antunes 

Este site segue as normas do Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina